topbella
     Nunca Desista de Seus Sonhos

Vanessa Hudgens uma adolescente de 15 anos,que já sofria muito,e o motivo desse sofrimento era para a maioria desconhecido.Sofria com o desprezo de sua família,também era maltratada pelos mesmos,e a cada dia sentia mais desgosto por sua vida,sentia-se sozinha,sem ninguém para apoiá-la,e para ajudá-la quando era preciso.A única pessoal que a fazia sentir melhor,que fazia ela gostar por alguns minutos de sua vida era sua irmã mais nova Stella.Stella com apenas 5 anos já entendia a irmã melhor que ninguém,já que seus pais não se interessavam e nem tentavam ajuda-la quando estava triste,sua irmã Stella fazia isso por ela,e fazia melhor que ninguém

             - Nessa vamos brincar comigo – Pediu a pequena Stella descendo as escada as pressas esboçando um enorme sorriso

             - Agora eu não posso Stell tenho que terminar de limpar a casa – Disse Vanessa tirando os olhos do que estava fazendo para ver a irmã

             - Ah Nessa deixe isso para depois,você já trabalhou muito hoje...por favor – Suplicou Stella

             - Esta bem Stell mais é só um pouquinho esta bem – Proferiu Vanessa sentando-se com a irmã no tapete da sala

             - Ta bom – Disse a irmã empolgada.Stella se divertia ao lado da irmã,e Vanessa também se divertia na verdade brincar com Stella era o que a deixava feliz,e a distraia

             - O que esta acontecendo aqui – Proferiu Greg Hudgens adentrando a sala – O que você esta fazendo ai sentada,se não terminou de limpar a casa ainda – Greg pegou Vanessa pelo braço apertando-o cada vez mais

             - Me solte pai,esta doendo – Disse Vanessa choramingando

             - Você não serve para nada mesmo Vanessa,é uma inútil,que não sabe fazer nada direito...- Greg foi interrompido por Stella

             - Pare papai não fale assim com a Nessa,ela não tem culpa foi eu que pedi...eu que insisti que ela brincasse comigo – Explicou Stella,mesmo que apenas cinco anos,já sabia bem o que falar,era uma menina esperta,sabe muito bem a hora de falar e o que falar

             - Não importa,era dever dela limpar a casa – Disse Greg voltando a olhar para a filha – Nós damos tudo a você,damos roupa,comida uma casa para morar,e o que você faz para nos trazer orgulho ? Nada,não faz nada a única coisa que sabe fazer é andar com aquela porcaria de barco ? Você não serve para nada...nada ouviu...NADA – Disse o pai alterado.Vanessa já estava com os olhos cheios de lágrimas não suportava mais isso...não suportava ter que ser tratada desse jeito pelos pais.O que ela fizera para merecer esse tipo de tratamento ? Isso nem a própria Vanessa sabia responder não sabia o por que de ser tratada dessa maneira pelos pais,mas de alguma forma sabia que parte disso era por ela gostar de velejar e também gostar de Arthur.E isso era o que a deixava mais confusa não entendia o por que dos pais não gostarem de Arthur,um senhor tão bom como ele,querendo ou não seus pais nunca poderiam proibir Vanessa de ver Arthur isso ela não permitiria nunca.Logo Arthur que é seu melhor amigo,como um pai para a morena.Claro ela tinha uma pai,mais que para ela parecia não ter nenhum

             - Agora termine o que estava fazendo  – Disse indo em direção ao seu escritório.

             - Desculpa Nessa...foi tudo culpa minha – Disse baixinho a pequena Stella

             - Tudo bem Stell,a culpa não é sua.- Vanessa – Agora eu vou terminar de limpar a casa antes que a sua mãe chegue – Disse Vanessa voltando a esfregar o chão

             - Mais ela é sua mãe também Nessa – Stella disse se abaixando na intenção de ajudar a irmã

             - Mas as vezes não parece – Proferiu Vanessa com a voz falhada – Agora se levante,Greg e Gina não iam gostar de ver você me ajudando

         - Mais eu quero Nessa – Stella

         - Suba,e vá brincar com os seus brinquedos – Disse Vanessa,e Stella dando-se por vencida subiu para o seu quarto.

         - Oi filha – Saudou Gina chegando ate a cozinha onde Vanessa preparava a mesa para Gina e Greg tomarem café – Já limpou a casa ? – Perguntou Gina

         - Sim

         - Que bom...seu pai esta em casa ? – Perguntou a mãe de Vanessa

         - Sim – Vanessa

       Gina era a única que tentava ao máximo melhorar com Vanessa,com exceção de Stella.Ela chamava Vanessa de filha quando Greg não estava por perto.Mais o por que de chama-lá de filha só quando Greg não estivesse perto ? Porque Greg,não considerava Vanessa como sua filha,para ele ela era como uma empregada,que só servia para limpar a casa,cuidar de Stella,e fazer comida,mais Gina se dera conta do quanto fizera e faz Vanessa sofrer,por isso tentava tratá-la um pouco melhor.Mas não deixava de ser rigorosa,e de humilhar a filha em publico,não que quisesse mais era como se fosse automático.

              - Oi senhor Arthur,como o senhor esta – Perguntou Vanessa assim que adentrou a casa do amigo,que já estava fraco,e precisava de ajuda,e Vanessa era única que o ajudara sempre,já que não tinha nenhum parente próximo,ou filhos

              - Ola querida...eu estou indo,e você como esta ? – Perguntou o senhor

              - Eu... eu estou bem – Mentiu Vanessa

              - Tem certeza ? – Perguntou Arthur a repreendendo.E Vanessa apenas abaixou a cabeça

              - Esta cada vez mais difícil de ficar naquela casa – Falou ela baixinho deixando uma lágrima cair – Eles me odeio Arthur,a única que gosta de mim naquela casa é Stella,e se não fosse por ela,acho que nem estava mais naquela casa.Só que eu não estou mais conseguindo sabe

              - Eu entendo pequena – Disse Arthur com a voz fraca – Mas quero que me prometa uma coisa ?

              - O que ? – Perguntou ela

              - Quero que prometa que você nunca vai desistir dos seus sonhos,e que sempre ira lutar com todas as forças para ser feliz,nunca deixe que ninguém influencie você a desistir de seus sonhos,confie sempre em seu coração minha querida,ele sempre vai saber o que é melhor paras você.

              Obrigada – Agradeceu Vanessa – Mas agora eu tenho que ir...só vim ver como o senhor estava,daqui a pouco Greg chega – Vanessa disse – Tchau,se cuida – Disse beijando a testa de Arthur – Amo você – Declarou ela

              - Também amo você querida – Disse depois que Vanessa já havia saído as pressas da casa do amigo.Vanessa sabia que Arthur não tinha mais tanto tempo de vida,os médicos já haviam falado que o Câncer havia se espalhado.Sim ele tinha Câncer e já estava muito alastrado,não tinha cura,e Vanessa sempre tentara ao máximo dar atenção,e carinho para o seu amigo,que mais era como um pai para ela.Vanessa estava com um pressentimento de que aquela seria as ultimas conversa que teria com ele,e isso a estava deixando cada vez mais preocupada,pois não era sempre que podia ir na casa daquele senhor que tanto amava,e que a amava também.

         E assim se passara duas semanas,e nessa duas semanas aconteceu o que Vanessa menos queria,e que a dilacerou por dentro,Arthur havia falecido.Vanessa estava arrasada por dentro,pelo menos seus pais a deixaram ir no velaria,mais a morena sabia que por dentro eles estavam felizes pela morte de Arthur e isso deixava Vanessa horrorizada.Mas o que a deixou espantada fora o numero de pessoas que foram ao velório para prestar as ultimas homenagens.

       Vanessa estava chorando baixinho,era como se tivesse perdido metade de seu coração,e agora com quem ela desabafaria,quem ia fazer ela rir,e contar as belas historias que só aquele senhor sabia,e agora quem seria como um pai para Vanessa.

             - Ah você chegou – Proferiu Greg com desgosto quando viu Vanessa entrando dentro da casa – Então vá para cozinha preparar algo para nós comermos – Disse enquanto enquanto olhava para TV,e com ele estavam Stella,Gina e Karina

             - Ta bom – Disse Vanessa dirigindo-se ate a cozinha com os olhos inchados de tanto chorar.Não aguentava mais ser humilhada pela família,e agora que não tinha mais Arthur para lhe dar carinho,estava mais deprimida ainda,e enquanto preparava algo para seus pais e suas irmãs comerem,pensava em uma das ultimas conversa que tivera com Arthur,a conversa em que ele dissera que ela deviria lutar para ser feliz e para realizar os seus sonhos,e uma coisa ela tinha certeza não teria como realizar os seus sonhos nessa família,em que ninguém a entendia claro tirando Stella,onde todos só a humilhavam e a maltratavam,e tinha mais certeza ainda de que não iria ser feliz nessa casa.Depois de preparar o café subiu para o seu pequeno quarto,e lá ficara chorando e pensando na conversa que tivera com aquele homem que tanto admirava e que agora estava morto e enterrado e a cada vez quem pensava nisso sua tristeza só aumentava,Mas depois de tanto pensar,ela tomara uma decisão que tinha que admitir ser arriscada mas seria o melhor a fazer,decidira fugir...ir embora dessa casa,e nunca mais voltar,faria o que Arthur pedira,correria atrás de seus sonhos,e velejar pelo mundo a fora era um deles.Decidira fugir a noite onde todos já estariam dormindo.Pegou uma pequena mochila para botar algumas roupas e depois era só esperar todos irem dormir.

    Quando todos já estavam dormindo Vanessa saiu do quarto e se dirigiu em silencio ate o quarto da irmã mais nova.Sentiria falta de Stella,e logo se pegou chorando por ter que deixar a irmã,deu um beijo na testa da pequena e sussurrou um eu amo você,e quando estava prestes a sair do quarto...

              - Nessa ? – Proferiu Stella sonolenta,e ao ouvir a voz da irmã Vanessa gelou,de pânico e medo,medo de não conseguir fugir,de não conseguiu deixar a pequena

              - Oi Stell – Vanessa disse nervosa

              - Esta tudo bem ? – Perguntou a irmã

              - Esta sim pequena – Afirmou Vanessa ficando cada vez mais nervosa – Stella – Chamou Vanessa quando viu que a irmã já estava quase dormindo de novo

              - Sim – Disse Stella olhando para a irmã

              - Nunca se esqueça que eu amo você esta bem – Disse Vanessa se aproximando para abraçar a a irmã

              - Eu sei Nessa,e eu também amo muito você – Disse a pequena retribuindo ao abraço de Vanessa.Vanessa já estava com os olhos cheios de lágrimas não imaginara que seria tão difícil se despedir da doce Stella

              - Agora volte a dormir – Mandou Vanessa sorrindo – Boa Noite meu anjo – Beijou a testa da irmã mais uma vez,e voltou para o seu quarto.Lá esperou alguns minutos e foi silenciosamente ate a porta com sua mochila na mão,e quando se viu fora da casa suspirou aliviada. 
_________________________________

Presentinho para vocês meus amores.Agora só volto a postar no dia 20 de Junho ta bom :D.Nossa ainda não acredito que teve 7 comentários no prologo OEAIOEIEOEIEIOEI,obrigada meus amores 

Respondendo 

Margarida:Pois é uma das partes triste da fic é que os pais não gosto,e foi por acontecer em varias famílias que eu tive a ideia de fazer com que os pais não gostem dela.Obrigada e espero que tenha gostado do primeiro cap.Beijos 

Madelynn:Eu também fiquei com pena dela,obrigada amor.Beijos 

Paula:Obrigada amor,acho que todos ficaram com pena da V K,mais posso te garantir que ela vai dar a volta por cima e em grande estilo viu EPOAOIEO.Espero que tenha gostado do cap Beijos 

Alinne:Obrigada flor,espero que tenha gostado do cap também.Beijos 
Myriam:Obrigada,Beijos 

Evelly:Obrigada Linda.espero que tenha gostado desse cap Beijos 

Becký:Obrigada,espero que tenha gostado do primeiro capitulo.Beijos 

Continuem comentando amo vocês

                

              

6 comentários:

Margarida Oliveira disse...

Está óptimo fantástico, sem duvidas algumas o vou seguir, adorei está muito bem construída, e transmites todo o sentimento que ela sente parabéns.

MadelynnAnn disse...

VOU MATAR I GREG...
ele não pode fazer isso... ele é muito mal, assim como a Gina...
adoreiii
Espero ancisamente pelos proximos capitulos.
xoxo

• Paula disse...

Ai que perfeito amorê!
Quase chorei aki!Ai ando tão sentimental ultimamente!
Lindo lindo lindo
Agora fiquei feliz em saber que a Vane vai dar a volta por cima!
kkkkkkk
Perfeito!
Tô super anciosa pro próximo cap!
Posta logo
Bjos amorê

Vanessa Hudgens Efron disse...

Ta muito linda sua historia, continua postando.
Ta D+!

Margarida Oliveira disse...

Eu sei que só está ainda no principio mas eu gostei tanto do primeiro capítulo que tive que dar o selinho, para confirmares é só ires ao meu blog amorguerra.blospot.com está em 23 de Maio.

karina disse...

Nossa muito obrigado
eu tava louca pra essa fic começar
pena ter q esperar até o dia 20
Mas dá pra leva hehe
to muito ansiosa
sua fic nem começou direito é já me encantou
ela é incrivel mesmo
pena que a van sofre tanto né
E a stella e muito fofa
aiaiaia muito ansiosa
bjs

Postar um comentário

About Me

Minha foto
sou a garotinha imperfeita,aquela que chora de dor,aquela que sabe se arrepender,aquela que grita,aquela que sente saudades,aquela que vive sorrindo,aquela que mesmo errando tenta aprender sou a menininha que brincou de boneca que acreditava em princesas,que corria na rua,só pra tentar viver,sou aquela que brincava de pique esconde,que fazia coisas erradas,que gosta de escuta musica,ler,sair com as amigas... รó мє cσинєcєиdσ ρяα รαbєя